Como emagrecer para sempre

Se você quer perder 3 ou 30 quilos, é só seguir algumas regras e manter os resultados por muitos e muitos anos!

O intestino deve funcionar bem

É através do trânsito intestinal que o organismo elimina toxinas e transporta a gordura para o exterior. Para conseguir que a sua barriga funcione como um relógio, deve consumir alimentos ricos em fibra: fruta, legumes, cereais e pão integral.

As fibras servem também para atenuar a fome, pois transmitem uma mais rápida sensação de saciedade.

Mexa-se!

Só emagrecerá se gastar mais calorias do que as que consome. Ignore o elevador e vá pelas escadas, dance enquanto aspira, inscreva-se na natação ao fim de semana, corra, pedale na bicicleta,só assim conseguirá queimar o que come. Para além disso, um organismo exercitado tem ao longo de todo o dia, um gasto energético mais eficaz. Durante uma dieta, o organismo vai buscar energia nos ‘armazéns’ que são as suas coxas, nádegas, barriga ou braços. Pode até conseguir perder bastante quilos sem atividade física, mas vai ter mais dificuldade em manter-se magra do que alguém que faça ginástica. O exercício diminui a taxa de gordura corporal e aumenta a massa muscular, o que lhe dará um aspecto mais tonificado e elegante. Uma caminhada de 15 a 20 minutos por dia pode ser a solução.

emagrecerparasempre

Espere dez minutos antes de petiscar

Se lhe deu vontade de petiscar, faça outra coisa, tome um banho, vá dar um passeio, telefone a alguém. Regra geral, a vontade passa.

Evite as grandes oscilações

Passar o dia todo sem comer nada e depois, chegar a casa e atacar a despensa, é o pior que pode fazer. Cada vez que o corpo não recebe a quantidade de comida de que necessita para a sua manutenção diária, reage como se estivesse que enfrentar um racionamento. O instinto de sobrevivência faz com que o gasto calórico seja menor para que possa armazenar energia. Ou seja, tudo o que comer vai ser aproveitado ao máximo em vez de ser rapidamente metabolizado. O ideal é comer pequenas quantidades muitas vezes ao dia. Nunca esteja mais de três horas sem fazer uma refeição leve a não ser, obviamente, durante a noite.

Não as dietas iô-iô

Perder e recuperar peso de forma sucessiva, torna o emagrecimento cada vez mais difícil. A perda de peso muito rápida, caracterizada essencialmente por perda de massa magra, leva a um enfraquecimento do organismo e a um novo aumento de gordura mais repentino, que só muito dificilmente será eliminada. A perda de peso rápida pode também trazer consigo inestéticas estrias e complicações como a anemia. O emagrecimento lento é mais duradouro.

O pequeno almoço é obrigatório

Nunca deixe de comer bem de manhã. Beber apenas um copo de leite ou um café e um bolo é um erro grave para quem quer emagrecer, pois tudo o que comer ao acordar será melhor digerido e terá com mais energia para fazer face ao resto do dia.

Inclua fruta natural no seu pequeno almoço, as proteínas só devem ser incluídas caso exista um aumento das necessidades (adolescência , gravidez, amamentação).

Coma devagar

Comer depressa é péssimo para a digestão. Se não tem o hábito de mastigar bem os alimentos, faça o seguinte: pouse o garfo no prato depois de cada bocado e não volte a enchê-lo até ter esvaziado a boca.

Evite os alimentos salgados

Consome com frequência queijos, enlatados, carnes, temperos prontos e batatas fritas ou salgadinhos? As comidas ricas em sal causam retenção de líquidos. O corpo adquire um aspecto inchado. Se tem celulite deve ter especial atenção a este problema.

Congele

Divida os cozidos em pequenas porções para que possa congelar. Assim, só vai comer o necessário.

Prefira sempre o cardápio menos gordo

Se costuma almoçar num restaurante ou cantina, onde tem à sua disposição vários pratos, escolha sempre o cardápio com menor quantidade de gordura: é melhor comer carne grelhada que frita.

Coma pouco à noite

Reduzir a ingestão de gorduras ao jantar é essencial para emagrecer. Comer demais à noite resulta em armazenamento de reservas porque esta é uma altura do dia em que o gasto de energia é mínimo.

O importante não é a que horas come mas sim o que come e em que quantidade. No entanto, o organismo gasta menos calorias à noite porque é um período de repouso. Assim, deve optar por fazer uma refeição leve ao jantar, como uma sopa ou um copo de leite com uma torrada.

Reserve as bebidas alcoólicas para os dias de festa

Além das calorias extras, o álcool, com exceção do vinho tinto, não traz qualquer benefício para o organismo. Contem as chamadas calorias ‘vazias’, que engordam sem alimentar.

Durma bem

Oito horas pode parecer muito quando temos tantas coisas para fazer, mas é o mínimo que devemos dormir para recuperar forças. O sono reequilibra mente.

Cuidado com os doces

Para a maior parte das pessoas, aqui é que a dieta se torna mais difícil. Para um amante de doces, a vida perde todo o encanto se não tiver direito à sua recompensa diária sob a forma de um chocolate, fatia de bolo ou taça de sobremesa. Se quer emagrecer vai ter mesmo de cortar nos doces, o que não quer dizer que não possa comer uma pequeníssima guloseima todos os dias, um bombom, uma bolachinha de chocolate ou dois quadradinhos de chocolate. Outra opção é ficar toda a semana sem comer doces e comer uma sobremesa ao domingo. Prefira os doces com fruta, como mousse de manga, torta de maçã ou bolo de laranja.

Deixe as travessas na cozinha

Quando se for sentar a mesa, leve apenas o prato já servido. Evita assim a tentação de repetir. Sirva-se só uma vez.

Deixe de fumar

O alerta não é novo, mas nunca é demais repeti-lo. O cigarro prejudica a oxigenação sanguínea e das células o que, por exemplo, causa celulite. Como se não bastasse, fumar envelhece a sua pele.

Tome um suplemento vitamínico

É importante garantir níveis diários de certas vitaminas e minerais. Se tem uma alimentação pobre em frutas e legumes, tome um suplemento vitamínico, pelo menos quando se sentir mais cansada. Essenciais são também os antioxidantes, que combatem os radicais livres causadores de cancro. Estão presentes na Vitamina C (citrinos), betacarotenos (cenoura, tomate e legumes laranja e avermelhados), vitamina E (grão, ovos, óleos vegetais e folhas verdes), magnésio (nozes e grão), zinco (grão, trigo, frutos do mar, carnes), cromio (cereais) e cálcio (leite).

Substitua

O azeite e os molhos de salada podem ser substituídos por sumo de limão, mostarda e ervas aromáticas. Corte com os refrigerantes e opte por água, chá ou sumos naturais leves (melancia, melão, ananás, maracujá ou uva). Substitua o pão branco por pão integral, o leite gordo por meio gordo, a manteiga por requeijão e as bolachas por pão com fibras.

Dê um salto ao corredor macrobiótico

Sempre que for ao supermercado, dê um pulo ao corredor dos produtos naturais. Conheça os produtos que se comercializam, leia os rótulos e veja se alguma coisa lhe agrada.